Entre em contato pelo WhatsApp
Olá! Clique em uma das opções abaixo e nós retornaremos o mais rápido possível.
Supervisor de Entrada em Espaço Confinado

Supervisor de Entrada em Espaço Confinado



Supervisor de Entrada em Espaço Confinado



Supervisor de Entrada em Espaço Confinado



Supervisor de Entrada em Espaço Confinado



Supervisor de Entrada em Espaço Confinado

Supervisor de Entrada em Espaço Confinado


Supervisor de Entrada em Espaço Confinado Laudo de Para Raios SPDA Curso de Empilhadeira Elétrica Campinas
Supervisor de Entrada em Espaço Confinado
  Entre em contato via WhatsApp   Entre em contato via WhatsApp

Supervisor de Entrada em Espaço Confinado

Supervisor de  entrada em espaço confinado capacitação dos trabalhadores para entrada em espaços confinados.
Objetivo: Capacitar profissionais do serviço especializado em engenharia de segurança e em medicina do trabalho (SESMT) para coordenação dos trabalhos em espaços confinados de acordo com a NR33 – segurança e saúde nos trabalhos em espaços confinados e NBR 14787 – prevenção de acidentes, procedimentos e medidas de proteção.

Conteúdo programático:

Origem da NR33, Segurança e Saúde nos Trabalhos em EC;
Capacitação do Trabalhador, item 33.3.5 e seus subitens;

Conteúdo Programático do Treinamento;

Exemplos de trabalhos executados em EC;
Riscos potenciais dos EC para entrada de pessoas;
Legislação de SMS, segurança, saúde e meio ambiente.
Normas regulamentadoras, NR33, NR18, NR22, NR29, NR31;
Requisitos da NBR14606;
Requisitos da NBR14787;
Requisitos Osha e HSE;
Responsabilidade civil e criminal;
Aspectos ambientais;
Capacitação funcional.
Pcmso
A NR07, ASO, promoção da saúde…;
Questionário médico para pessoal envolvido em EC;
Módulo: 5 – protocolo de liberação de trabalhos em EC.
Medidas preventivas que devem ser adotadas nos trabalhos em EC;
PET – permissão de entrada e trabalho;
Modelo de PET;
Exemplos de práticas seguras;
Atendimento pré-hospitalar em acidentes nos EC.
Procedimentos de atendimento de ocorrência no local do EC;
Salvamento em EC.
Teste de conhecimentos;
Teste de aproveitamento.
certificação individual participação e aproveitamento
Capacitação vigias e trabalhadores 16h
Capacitação supervisores 40

O treinamento atende ao currículo exigido pelo ( MTE ) ministério do trabalho e Emprego) e fiscalizado pela ( DRT ) delegacias regionais do trabalho portaria nº. 3.214 de 08 de junho de 1978 Capacitar o profissional  conforme as normas brasileiras.

Conceitos e Definições;
Estudos das condições de trabalho, bem como dos riscos originados do processo produtivo, investigação de acidente e análise e doenças do trabalho.

Noções sobre acidentes e doenças do trabalho decorrentes da exposição aos riscos existentes na empresa. Noções sobre legislação trabalhista e previdenciária
relativas a segurança e saúde no trabalho. 

Recursos  Utilizados:
Apostila e Material Audiovisual (Slides e Filmes)
Avaliação de conhecimentos:

Legislações no Assunto:
NR (Norma Regulamentadora)do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego),
aprovada pela Portaria 3.214/1978. NBR (Norma Brasileira de Registro)da ABNT
(Associação Brasileira de Normas Técnicas).

O curso de supervisor de entrada em espaço confinado é projetado e destinado ao trabalhador designado para monitorar continuamente o trabalho em ou próximo ao local de um processo ou operação de espaço confinado, que é competente para fornecer suporte ou reagir conforme necessário para fornecer para a segurança dos participantes e da equipe de entrada, incluindo a execução de um resgate sem entrada.

 Este curso também inclui o treinamento de nível de entrada junto com as responsabilidades do supervisor de entrada. Após a conclusão deste curso, os participantes devem receber um certificado para as funções de participante de espaço confinado, atendente e supervisor de entrada. Para todos que possam vir realizar tais atividades durante o trabalho, é importante que façam um curso de supervisor de entrada em espaço confinado.

Espaços confinados podem ser um ambiente de trabalho extremamente perigoso e o máximo de cuidado e cautela deve ser tomado antes que alguém considere entrar ou trabalhar próximo a um espaço confinado. Identificar, compreender e controlar os perigos fornece aos trabalhadores a capacidade de realizar com segurança suas funções dentro ou durante o monitoramento desses ambientes. Por isso, um curso de supervisor de entrada em espaço confinado é realmente necessário para garantir a segurança de todos.

Os funcionários que entram em espaços confinados para realizar trabalho podem enfrentar muitos perigos, incluindo atmosferas perigosas, incêndios, explosões e engolfamento. Enquanto os funcionários recebem treinamento sobre esses perigos, um supervisor de entrada em espaços confinados treinado e qualificado também deve estar presente.

Os supervisores de entrada em espaços confinados não são apenas treinados sobre a consciência, funções e responsabilidades de espaços confinados, mas também são obrigados a passar por treinamento adicional para manter todos os funcionários que trabalham no espaço seguro.

Responsabilidades do Supervisor

As responsabilidades de um supervisor de entrada em espaço confinado começam antes que qualquer funcionário treinado entre no espaço confinado. Eles devem compreender todos os perigos no espaço , incluindo o modo, sinais, sintomas e consequências da exposição a cada um, e estar familiarizados com os controles de perigo necessários. Esse tipo de análise é explicado durante um curso de supervisor de entrada em espaço confinado.

Eles devem ser capazes de ler uma autorização de entrada e verificar se as condições de entrada são aceitáveis ​​antes que a entrada seja permitida. O supervisor de entrada também deve compreender:

  • Planos de comunicação entre o participante e o atendente
  • Planos e serviços de resgate

Como supervisionar as operações de entrada em espaços confinados e verificar rotineiramente as condições em andamento

Treinamento de supervisor

Os supervisores de entrada em espaços confinados também têm a palavra final na determinação das condições aceitáveis ​​para os funcionários que trabalham no espaço. Eles são responsáveis ​​por encerrar os procedimentos de entrada sempre que necessário para a segurança dos funcionários. Os funcionários nunca devem entrar em um espaço confinado sem a presença de um supervisor devidamente qualificado.

Sistemas de licença

Os supervisores de entrada em espaços confinados devem estar familiarizados com o programa de espaço confinado exigido por autorização escrita do empregador . Os sistemas de permissão devem incluir:

  • Identificação do espaço
  • Objetivo, datas e duração da entrada permitida
  • Nomes dos participantes autorizados e do atual atendente e supervisor
  • Perigos do espaço autorizado e seus controles, incluindo resultados de testes atmosféricos
  • Condições de entrada aceitáveis
  • Serviços de resgate
  • Procedimentos de comunicação
  • Equipamentos fornecidos, como EPI e equipamentos de resgate
  • Qualquer informação adicional necessária, incluindo quaisquer licenças adicionais que serão necessárias (como licenças de trabalho a quente)

Essas informações são cruciais para garantir a segurança de qualquer funcionário que entre em um espaço confinado. Nenhum funcionário deve ter permissão para entrar em um espaço confinado até que a licença tenha sido totalmente desenvolvida e aprovada. Esses tópicos são explicados durante um curso de supervisor de entrada em espaço confinado.

Como parte do desenvolvimento e autorização da licença, um indivíduo devidamente treinado e qualificado deve realizar testes atmosféricos no espaço confinado exigido pela licença. Por isso, é importante que todos os envolvidos já tenham feito um curso de supervisor de entrada em espaço confinado.

Atmosferas perigosas são um dos riscos mais significativos que os trabalhadores podem enfrentar em espaços confinados que exigem autorização. Os testes devem ser realizados para determinar a presença de:

Teor de oxigênio

A atmosfera pode ser deficiente em oxigênio (a concentração é inferior a 19,5%) ou rica em oxigênio (a concentração é superior a 23,5%)

Ambas as atmosferas podem colocar em risco a entrada de trabalhadores, com ambientes deficientes em oxigênio levando à perda de consciência e sufocamento, e ambientes ricos em oxigênio levando a um maior risco de inflamabilidade , bem como incêndios e explosões espontâneas.

Gases e vapores inflamáveis

Todo gás ou vapor inflamável tem um limite inferior de inflamáveis, ou LFL. LFL é a menor concentração de um material combustível no ar que pode inflamar. A concentração de material combustível no ar deve ser inferior a 10 por cento do LFL. Esses e outros termos técnicos são passados durante um curso de supervisor de entrada em espaço confinado.

Potenciais contaminantes tóxicos do ar

Assim que os testes forem concluídos, todos os resultados devem ser registrados na autorização de entrada. O supervisor de entrada em espaço confinado deve verificar se esses testes foram conduzidos e documentados de forma adequada por uma pessoa qualificada.

Além disso, o supervisor de entrada deve garantir que o ar no espaço seja monitorado quando os trabalhadores estiverem no espaço se houver qualquer risco de desenvolvimento de uma atmosfera perigosa. Essas e outras normas de segurança são explicados durante o curso de supervisor de entrada em espaço confinado.

Autorização

Uma vez que o espaço tenha sido avaliado e a licença esteja concluída, ele deve ser autorizado por uma pessoa com autoridade para fazê-lo. Uma vez autorizado, o supervisor de entrada deve verificar as condições da licença e assiná-la para autorizar a entrada.

Depois de concluída, o supervisor de entrada deve disponibilizar a licença a todos os funcionários que estarão envolvidos no procedimento de entrada. Isso pode ser feito postando a licença no portal de entrada. A “entrada” começa assim que qualquer parte do corpo de um participante rompe o plano de uma abertura para o espaço, e continua enquanto qualquer participante tiver alguma parte do corpo ainda no espaço.

Entrada Confinada Supervisionada

O supervisor de entrada tem o poder de cancelar uma licença e encerrar a entrada a qualquer momento. Se condições inaceitáveis ​​surgirem ou a tarefa for concluída, a licença será cancelada e, se houver necessidade de entrada adicional, uma nova licença será necessária.

Embora o trabalho para isso possa parecer extenso e repetitivo, mudanças na atmosfera de um espaço confinado podem ocorrer a qualquer momento e por muitos motivos, portanto, novas licenças são exigidas a cada vez.

Os supervisores de entrada nunca devem permitir a entrada de ninguém que não esteja com a permissão, ou quando a permissão for cancelada, pois isso pode levar a efeitos graves para a saúde e até a morte. Por isso, todos devem sempre ficar atentos aos procedimento de segurança passados durante o curso de supervisor de entrada em espaço confinado.

Conclusão

As operações de entrada em espaços confinados são complexas e requerem pessoal devidamente treinado tanto para trabalhar no espaço confinado quanto para supervisionar a entrada no espaço. Para todos os trabalhadores envolvidos, recomendamos sempre a realização de um curso de supervisor de entrada em espaço confinado que seja de qualidade.

Os supervisores de entrada em espaços confinados devem garantir a segurança de todos os funcionários por meio de seu conhecimento dos perigos, licenças e métodos de resgate. Ao garantir que os funcionários recebam todo o treinamento apropriado, os empregadores podem estabelecer práticas seguras e prevenir lesões desnecessárias ou outros efeitos adversos.

 




Mais Informações