Entre em contato pelo WhatsApp
Olá! Clique em uma das opções abaixo e nós retornaremos o mais rápido possível.
Treinamento de Cadeirinha Suspensa

Treinamento de Cadeirinha Suspensa



Treinamento de Cadeirinha Suspensa



Treinamento de Cadeirinha Suspensa



Treinamento de Cadeirinha Suspensa



Treinamento de Cadeirinha Suspensa - Itaquaquecetuba

Treinamento de Cadeirinha Suspensa


Treinamento de Cadeirinha Suspensa Laudo de Para Raios SPDA Curso de Empilhadeira Elétrica Campinas
Treinamento de Cadeirinha Suspensa
  Entre em contato via WhatsApp   Entre em contato via WhatsApp Itaquaquecetuba

Em quaisquer atividades em que não seja possível a instalação de andaimes, é permitida a utilização de cadeira suspensa (balancim individual).A sustentação de cadeira deve ser feita por meio de cabo de aço.

A cadeira suspensa deve dispor de sistema dotado com dispositivo de subida e descida com dupla trava de segurança;b) requisitos mínimos de conforto previstos na NR 17 ; c) sistema de fixação do trabalhador por meio de cinto.O trabalhador deve utilizar cinto de segurança tipo para-quedista, ligado ao trava-quedas em cabo-guia independente.

A cadeira suspensa deve apresentar na sua estrutura, em caracteres indeléveis e bem visíveis, a razão social do fabricante e o número de registro respectivo no Cadastro Geral de Contribuintes . É proibida a improvisação de cadeira suspensa. O sistema de fixação da cadeira suspensa deve ser independente do cabo-guia do trava-quedas.

 

Utilização de Cabos de Aço

 

É obrigatória a observância das condições de utilização, dimensionamento e conservação dos cabos de aço utilizados em obras de construção, conforme o disposto na norma técnica vigente, NBR 6327/83 – Cabo de Aço/Usos Gerais da ABNT.

 

Os cabos de aço de tração não podem ter emendas nem pernas quebradas que possam vir a comprometer sua segurança; devem ter carga de ruptura equivalente a, no mínimo, 5 (cinco) vezes a carga máxima de trabalho a que estiverem sujeitos e resistência a tração de seus fios de, no mínimo, 160 Kgf/mm² (cento e sessenta quilogramas-força por milímetro quadrado).

Treinamento de Cadeirinha Suspensa

 

Em quaisquer atividades que a instalação de andaimes não é uma opção válida, seja pela diminuição de riscos para os trabalhadores ou para a execução de um trabalho de forma mais rápida, a utilização de uma cadeirinha suspensa pode ser uma opção segura e eficiente de realizar diversos tipos de trabalho.

 

Para a utilização de uma cadeirinha suspensa, é necessário verificar se os operadores realizam um treinamento de cadeirinha suspensa atualizado e dentro das normas. Esse equipamento deve ter sempre mecanismos de segurança redundantes, para assegurar assim a segurança dos profissionais.

 

Em todos os casos, uma cadeira suspensa deve ter em perfeitas condições alguns dispositivos de segurança previstos na NR17, que regulamenta esse tipo de equipamento. Podemos citar como os principais uma dupla trava de segurança, para evitar falhas em momentos de subida e descida, e também um sistema aprovado que visa a fixação do trabalhadores, através de cintos de segurança, permitindo assim uma movimentação sempre segura. Para ainda reforçar seu mecanismo de segurança a NR17 também prevê que todos os cintos de segurança utilizados sejam do tipo para-quedista.

 

Para sua utilização de forma segura, é necessário que todo equipamento tenha uma identificação única. Nela, deve ser possível identificar as informações do fabricante, informações sobre as normas respeitadas quando na sua fabricação e também informações técnicas, sobre carga máxima e validade.

 

Com o objetivo de sempre manter o ambiente de trabalho o mais seguro possível, é vedado qualquer tipo de objeto em substituição a uma cadeirinha suspensa. Para que todos os funcionários fiquem cientes dessa atitude, é recomendado que todos realizem um treinamento de cadeirinha suspensa, para evitar qualquer tipo de segurança na utilização ao longo do tempo.

 

Em treinamentos, os funcionários são esclarecidos de alguns pontos específicos para a correta utilização desse equipamento, como a dependência de sistemas de cabo-guia do trava-quedas em todos os dispositivos.

A utilização de cabos de aço nos equipamentos de segurança de cadeirinhas suspensa

Para manter sempre um ambiente de segurança, é importante que todos os colabores presentes nos locais de trabalho respeitem todas as normas técnicas indicadas pela NBR 6327/83 – Cabo de Aço/Usos Gerais da ABNT. Essas normas foram desenvolvidas para evitar ou ao menos diminuir as chances de falhas, que podem gerar em acidentes graves nos canteiros de trabalho que utilizam e cabos de aço como equipamentos de segurança.

 

Para que os cabos de aço sejam considerados seguros em sua utilização, é necessário que não existam falhas e nem emendas, e que seus pontos de parada estejam em perfeitas condições de uso.

 

É importante ainda assegurar que todos os cabos de aço tenham uma carga de ruptura equivalente a pelo menos cinco vezes a carga de trabalho máxima, e que tenha em sua capacidade pelo menos 160 Kgf/mm² (cento e sessenta quilogramas-força por milímetro quadrado).

 

Uma cadeirinha suspensa pode ser considerado um dispositivo simples na maioria dos canteiros de obras, sendo dispositivos que são usados em diversos tipos de construção e também limpeza. Quando usado de forma correta pelos trabalhadores, oferece muita praticidade em diversos tipos de equipamentos. Em todos os casos, é importante que os colaboradores façam um treinamento de cadeirinha suspensa, que pode ser usado como referência durante o dia a dia das operações.

 

A utilização das cadeirinhas suspensas vem se tornando cada vez mais comum nos canteiros de obras. Elas são a primeira opção a ser considerada, quando a instalação de andaimes não possa ser realizada, ou quando o prazo para a finalização dos trabalhos está muito apertado. Esses trabalhos quase sempre incluem:

 

  • Trabalho em fachadas pelo lado externo
  • Serviços de pintura, limpeza e manutenção de prédios industriais
  • A execução de manutenção em locais confinados

 

Para sua utilização da forma mais segura possível, é necessário que haja uma estrutura montada de forma responsável, por um profissional que fique encarregado de sua correta instalação. Para assegurar sua responsabilidade técnica, esse profissional deve sempre realizar uma anotação de responsabilidade técnica (ART) em cada instalação sob sua supervisão.

 

Todas as atividades que envolvem uma cadeirinha suspensa exigem sempre cuidados e o correto seguimento de todas as normas de segurança previstas pelos órgãos de controle. Como trata-se de um dispositivo de trabalho que envolve riscos, é importante que todas as práticas estejam previstas nas normas regulatórias.

 

Todos os responsáveis pela construção e também pelas empresas envolvidas devem ser os responsáveis em assegurar se todas as normas de segurança estão sendo seguidas à risca. Além de evitar a exposição de perigo aos profissionais envolvidos, os responsáveis assim diminuem a chance de seres responsabilizados em casos de acidentes.

 

Todas as empresas são obrigadas a fazer a manutenção e supervisão correta de todos os equipamentos utilizados em sua estrutura, e que também todos os envolvidos durante os processos já terem feitos um treinamento de cadeirinha suspensa atualizado, e ministrado por profissionais competentes.

 

As cadeiras suspensas devem obedecer às exigências da NR 18 do MTE e NBR 14751 da ABNT, e é absolutamente proibida qualquer espécie de improvisação ou adaptação desses equipamentos. Para saber a maneira correta de utilização dos aparelhos em casos de problemas e falhas, é importante que todos os funcionários passem por um treinamento de cadeirinha suspensa.

 

Dentro do exposto em um treinamento de cadeirinha suspensa, questões principais de segurança como a correta utilização dos equipamentos de proteção individual (EPi´s), é tratada de forma correta, sempre tendo como objetivo demonstrar a todos os alunos que todos os equipamentos são realmente importantes para manter todos os envolvidos seguros.

Conhecer a forma correta de utilizar um cadeira suspensa é fundamental para manter a integridade física do profissional que trabalha em altura, e também evitar que os responsáveis pela empresa se tornem réus em casos de acidentes.

 

 




Mais Informações








Compartilhar: